terça-feira, 2 de abril de 2013


ACORDA SITIO NOVO:
BREVE HISTÓRICO DA POLÍTICA
 DE SÍTIO NOVO

                  A historia politica de sitio novo se resume em falta de interesse pelo município e perseguições. Quem entra no poder só tem um pensamento: lucros. Ser beneficiado.
          A prefeitura, como dizia os os mais velhos, '' e uma mãe" onde quem entra só entra para mamar.
             A nossa historia de Sítio Novo começou com dois sítios  Um desses, o de maior interesse cresceu, tornando-se hoje a tao querida e desejada sitio novo.
       A intriga predominava. Uma cidade tão pequena há cinquenta anos atras possuía duas feiras, onde quem ia pra uma não ia pra outra.

       Então surge os primeiros prefeitos. A principal característica, ditador. Tendo como lema a " ordem". Ordem pra quem? Para os  mais fracos, os que não conheciam seus direitos, os que ainda tinham em mente " quem tem dinheiro manda". 
               
             Ordem para mandar matar um cachorro de um pobre quando se soltava. Havia, até funcionário que ganhava para assassinar os cães. Pistoleiro de cachorro. Isso era normal na época.
       

Os primeiros prefeitos eram os donos de terras, proprietários e donos de gado. Seus eleitores eram os moradores. Predominava o voto de cabresto.
     Aqueles mesmos que passavam o ano trabalhando e comprando fiado em seus barracões  com dividas que nunca pagavam, eram os que o elegiam.
       Surge os trabalhos nas prefeituras, As primeiras '' vagas" eram para aqueles apadrinhados do prefeito. Não precisava muito estudo. Era só ter a família grande e o acompanhar.
   

     Outras cargos eram para se trabalhar nas lavoura de algodão,  limpando ou fazendo barreiros e açudes dos amigos fazendeiros do prefeito. Em troca, além de humilhações, pois não tinha horário de começar  trabalhar nem de largar, uma micharia em dinheiro ou o famoso bubu.
        O bubu , era nada mais nada menos do que um tipo de arroz de quinta ou milésima categoria que o governo  mandava para os municípios em época de seca, mas que em sitio novo era trocado por trabalho, pela mão de obra escrava, ou quase escrava.
    

 Os cambalachos já havia nesse tempo, mesmo a mercadoria sendo o bubu. Alguns políticos ou pessoas chegadas a ele, guardavam o bubu, ganho de forma ilegal, debaixo da cama.
      A prefeitura nunca pagou um salário justo. Os governantes não sabiam que as pessoas que trabalhavam precisava comer, se manter como a família deles  se manteiam.  Que eles tinha os mesmo direitos.
       Para eles o salário minimo era não pagar nada ou quase nada. Enquanto isso você via os filhos deles que frequentavam a mesma escola( porque eles não sabiam nem investir nos filhos) se vestirem melhor, comer uma melhor comida no recreio e zombar dos filhos porque não se vestiam bem ou só comia o bubu da escola.
       Com o passar dos anos a política mudou, Surgiu os politiqueiros. Aqueles com a mesma mentalidade de antes. Que defendia seu candidato a unhas e dentes. Os que choravam " os apaixonados " os que também queriam uma sobrinha, uma vaga na prefeitura, que mais adiante essas vaguinhas se tornaram os cargos comissionados. 
      Os politiqueiros agiam com cabo eleitorais. Incentivaram ao voto, a compra de votos através de favores. Pequenos favores como dentaduras e exames de vista ou óculos  Nessa época nunca se sorriu tão bonito.
        As brigas e intrigas entre vizinhos eram constantes. Uns zombavam dos outros. Os partidos se distinguiam pelas cores. Surge o levantar e abaixar de bandeiras. Cheio de orgulho o candidato passava e dizia: " aquele é meu". O eleitor por sua vez dizia: "eu sou dele", sou daquele partido. 
Havia a guerra das bandeiras. A compra de votos se destacavam facilmente. Um candidato comprava aquele eleitor seja por quanto for(não era tao caro) só para ver sua bandeira  no ar. Isso acontece hoje.
Depois de ganho as eleições, o eleitor perdia (e perde) seu prestigio. O candidato agia diferente.
         Agora seu pensamento é nada mais nada menos do que curtir , cair na farra.
        Houve época que não se encontrava o prefeito. Ele estava em Natal, pois era só pra onde ele sabia ir, para churrascaria e motéis.
      Outros não viam o tempo passar. Só dormia. Acordava, tomava banho , ou deixava pra tomar nos hotéis ou casa de praia em Natal, porque a água de lá era mais doce.

        O único pensamento desse prefeito era o FPM, Fundo de Participação do Município, dinheiro arrecadado pelo governo através de nossos impostos para serem gastos no município de acordo com as suas necessidades, as necessidades do município  claro.
         É nesses dias, nos dias que saem as três parcelas do FPM que eles fazem a festa, somem da cidade.
         Agora os cargos comissionados são para aqueles que tem uma família grande e que o apoiou, sem levar em conta suas capacidades e qualidades. São pessoas que  assumem sem ter uma opinião própria no cargo que assumiu, servindo de cobaias para fazer o que o prefeito quer e mandar. Sua responsabilidade maior está em agradar, porque é a unica maneira de ficar ali no cargo por quatro anos, mamando, pouquinho, mas mamando.
        Durante muito tempo em Sitio Novo, as obras realizadas eram calçamentos de ruas e tapar buracos de estradas. Para eles eram um grande feito. Sitio Novo nunca conheceu o progresso. Mudou um pouco a cara depois que alguém com um outro olhar de gestor resolveu fazer, mesmo sabendo que também foi cheio de falcatrua. Buscava, investia e comia. Tirava o seu. Mas buscava.
       Um  prefeito nunca saiu sem mamar da "mãe" prefeitura. Se não mamou foi porque era muito incompetente, mas alguém de sua família mamava, era mais esperto. Uns entravam de mãos vazias e saia com fazendas, terras e gado, pois a sua visão maior era só pra isso. Com o passar do tempo ficava sem nada, pois vendia para se manter, já que não sabia fazer nada, a não ser mamar nas ( tetas) verbas publicas, e paquerar mulheres e filhas alheias enquanto tava no poder.
       Prefeitos e candidatos sem objetivos de gestor, se um plano de governo definido. Entram na prefeitura como M      ( sensura) nágua, sem rumos. Cujo objetivo ainda é o FPM.
Candidatos a prefeito que se elegem pelo cansaço  Saem uma vez, duas ou mais até o eleitor ver que ele é um "herói da insistência  e votar nele. Entra com uma enorme sede de poder.
       Entra sem um objetivo para a saúde, educação, saneamento básico ou ações sociais. Nada. Entra vazio. Seu único objetivo além de "mamar" é perseguir eleitores que não votaram nele. Agem como agiam nos tempos de crianças, onde queimar sapo era divertimento.
       São fracos. Em vez de irem buscar recursos em Brasilia , junto ao Governo Federal, ficam dormindo e sonhando com maldades, brigando por coisas pequenas, coisas que não tem sentido, não fazem bem a ele nem ao município.
        A arrecadação de impostos em Sitio Novo é e sempre foi quase nada. Os nossos governantes sabem disso, mas, se contentam com o FPM. Não sabem sair da cidade, a não ser para  a capital. Demostram que não tem amizades e conhecimentos políticos  Vivem dentro de um ciclo de conhecimento muito pequeno para um governante.
      A camará de vereadores, nada fez até hoje. Só discussões sem fins lucrativos para a comunidade . De um lado a situação defendendo o executivo por não fazer nada, se contentando com os cargos públicos para os familiares, e do outro lado a oposição  também sem objetivos definidos, discutindo o que o executivo não fez, mas também sem saber o que quer que ele faça. Na maioria das vezes querendo uma teta maior e com certeza no fim do mandato já não é mais da oposição.
         A oposição acreditando que só o executivo e os colegas contrários é que tem deveres com a comunidade, não leva um projeto politico ou social para ser discutido ou aprovado. Agem como telespectador. 

         E assim caminha a nossa história politica, com politico sem objetivos e sem planos de governo, onde com sentimentos, ações de maldades e perseguições acham que estõ fazendo o bem para o povo, a não ser para seu povo, aquele seu grupinho que não sabem oque realmente é ser um politico, ter compromisso com o dinheiro publico e acima de tudo com o cidadão e a cidadã sitio-novense.

32 comentários:

  1. Caro editor, seu texto é muito bom, pois retrata a realidade, mas quero acrescentar que a vida não é como vc ver na internet ou sonha. Na época do algodão que hoje vc critica os fazendeiros, se não fosse eles muitos de nós não existia, pois se vc é da região sabe que seu pai, seu avô dava graças a Deus aquele senhor de terra, pois ou era ele ou nada, pois era uma questão nacional, não tinha-mos para onde ir ou trabalhava na terra ou ia em pau de arrara para são paulo. Quanto aos prefeitos de sitio novo esses só sabiam fazer o que vc descreveu, pois é o que a população quer que ele faça, ser importante, mandar nos más fracos e erica ele e a família, tivemos oito anos de uma prefeita que não era do município, ela esteve de parabéns pois terra de cego quem tem um olho é Rei, essa prefeita e sua família são como gafanhotos dão em uma plantação sunga tudo que tem e depois voa para outra cidade, são profissionais políticos, se aproveitam das cidades como vc mesmo falou que os prefeitos não tem conhecimentos se aproximam e começa a ditar suas regras nas cidades, aconteceu isso em sitio novo, campo redondo e tentaram entrar em serra caiada, mas lá tinha um politico igual a eles e eles só ficaram na tentativa, consegue obras e suas empresas realizam pela metade e ganham o dinheiro publico, veja o que aconteceu em sitio novo: 5 açudes que o governo mandou o dinheiro, ela usou os tratores da prefeitura, fez um buraco e ganhou o dinheiro, resultado nem um deles mantem água a obra só serviu para eles. dois colegios um em sitio novo e outro na serra começara e estão abandonado, o lixão começaram e não terminaram, a polpa de fruta da serra, fizeram apenas uma casa e abandonaram, e assim foram muitas, a diferença da prefeita para os outros prefeitos e que ela é profissional da politica, vive disso, cada cidade mais ricos eles ficam. diferente dos outros que eram ricos e quando entraram na prefeitura saíram mais pobres, o exemplo e Bidoca, antes de ser prefeito era um grande fazendeiro e depois, todos sabem o que aconteceu. o que o povo deve apreender é vota, mas veja que os vereadores sempre são os mesmo, quando muda, é um irmão para outro, é a mulher X marido, o caro passa 4 anos bebe bagunça, faz xixi na rua e é o cara, cada sociedade merece o gestou que realmente o representa. Por exemplo agora todos estão vendo as barbari da venda d´ água, os irmãos do prefeitos tudo enricando, os parentes do prefeitos comprando carros e etc e a população calada nada faz, ai fica você escondido neste blog a falar, mas não mostrar a cará porque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que nós não mostramos a cara? Quase todos aqui são anôminos. O que vocês acham dessa reflexão?
      Mas mesmo assim, parabéns a todos. E na reflexão que se constroi e transforma a sociedade.

      Excluir
    2. Belas palavras Senhor blogueiro a maioria delas sâo verdadeiras, mais não concordo, é que vc acabou com todos os Pprefeitos que entraram em Sitio Novo, menos bidoca mais seus filhos sim, por estas e outras coisas e que nâo concordo com vc e seu blog cita nomes e nâo da o direito dos mesmos o processar, se assim sentirem-se prejudicados, pelo outro lado apareceu o salvador da classe politica, porque vc nâo se candidata a prefeito de sitio novo eu garanto que votarei em vc ?????????? ops me lembrei que vc e anonimo se os outros se elegem e vâo morar na capital, imagine vc nâo saberei quem é pricipalmente onde estará para cobrar sua má administraçâo.e seus roubos

      Excluir
  2. Eu particularmente gosto desse blog como ele é, assim anônimo.
    Todos os dias eu entro e leio belas matérias. Acho também que o dono do blog ataca muito a
    atual gestão mas, admito que ele está falando a pura realidade, em alguns momentos ele falou exatamente o que eu penso.
    Um conselho que dou ao dono desse blog, é que fale em nome da população, e não deixe no ar este clima de politicagem. Belo blog este seu, está de parabéns!!
    Acho extremamente estranho alguém criticar um blog por ser anônimo, escrever um texto com ótimas colocações, e finalizar com uma assinatura também "ANÔNIMA", Tirou o brilho da crítica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valdeilson, a maioria da população de Sítio Novo é anônima para a atual gestão,e vai continuar até a próxima escolha de governo, pois uma vez o q temos visto é pagamento em nossa cidade de promeças políticas feitas por atual gestão! Ainda bem q eles sabem da fragilidade da gestão 2013-2016,NÃO FORAM ESCOLHIDOS PELA MAIORIA DA POPULAÇÃO....., o Povo se chama maioria, então Não foram escolhidos pelo POVO!

      Excluir
  3. também gostei da primeira reflexão mas o mesmo se perdeu no fim como vc faz uma critica e assina anonimo. Eu aprovo o anonimato, continue assim pois a atua gestão é perseguidora.

    ResponderExcluir
  4. Adorei sue resposta VLDEILSON RIBEIRO,o anônimo ai nadou, nadou e morreu na beira da praia..kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Os PRIMOS estão de parabéns, as matérias críticas cada dia melhor, pena que agora eles não tem mais prefeituras para mamar tb. A Casa caiu, todos já sabem quem é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu lá sabe de nada.....deve ser uma nada q entra para fazer comentario nada!

      Excluir
  6. Se voçê sabe quem é o dono do blog porque não diz o nome dele...já sei, voçê não tem certeza né...rsrs

    ResponderExcluir
  7. É a pura realidade NALDO<... Gostei do Blog, muito bom .. continue assi.. esta atual gestão é perseguidora

    ResponderExcluir
  8. Severino adorei seu blog vc sempre foi um ótimo escritor, parabéns fiel.

    ResponderExcluir
  9. o povo besta nao importa quem é ou quem deixa de ser o que importa é refletir sobre tudo que esta acontecendo para podermos melhorar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade meu querido(a),esse tipo de comentarios de expeculação sobre quem é autor do blog é tipico de aliendados,os quais são a menoria q escolheu a gestão atual, ufa, ainda bem q foi a menoria q escolheu a tual gestão!

      Excluir
    2. É verdade o blog é bom mesmo. Só incomoda que não quer fazer a coisa certa.

      Excluir
  10. meninos nao comprometam pois a federal começou a agir kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. A policia Federal tem O que fazer, não vai perder o tempo procurando saber que é a pessoa que está redigindo um monte de verdade, e quero que me diga qual a publicação mentirosa. Acordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... a FEDERAL NÃO VAI PERDER TEMPO COM COISA QUE É A PIRA REALIDADE ... Vlw Blogueiiro continue assim falando a verdade

      Excluir
  12. Se a federal agir vai prender um bucado vendendo água inrregular e outras "cositas" mais que está acontecendo na prefeitura de Sítio Novo.

    ResponderExcluir
  13. Esta é a nossa realidade atual. Quem tem mais capacidade fica a ver navios e os mais próximos do prefeito quem tem menos capacidade fica no alto escalão do poder.
    Continua da mesma forma como era antigamente.

    Ou estou errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Observando as administrações municipais ,em geral, percebe-se que os critérios habilidade e competência geralmente são os últimos utilizados na hora de contratar. Muitas vezes não procuram saber nem a escolaridade, imagine a competência. Como uma Sociedade destas poderá evoluir?

      Excluir
    2. Realmente é a nossa realidade de sempre.
      Será que algum dia esta realidade vai ser mudada porquanto continua com a mesma tendência.

      Excluir
  14. ja virou mundiça ...esse blog já virou uma mafia,não,não sei mas de nada to ficando doido.. vou dançar largadinho largadinho .

    ResponderExcluir
  15. isso e falta de teta um peitinho

    mas a seca nao deixa o acorda mamar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo visto o mamador é quem escreveu isto.

      Excluir
  16. Quanto à escolha dos cargos comissionados cabe a cada um de nós sabermos que só se olha para a capacidade do individuo para este ou para aquele cargo quando se tem um compromisso com a cidade, com cada cidadão de todos os recantos do município independente de quem quer que seja. Um verdadeiro político é aquele que vive para o povo, trabalha para o povo, pois é o povo que o coloca ou tira do poder independente de ter sido a maioria absoluta ou simples. Portanto, como não é este o verdadeiro intuito “o benefício do povo” então bem visto que qualquer pessoa serve para ser o secretário de educação, saúde, esporte, turismo, agricultura, tesoureiro etc., pois eles só vão ser secretários no nome mesmo não terão autonomia para desenvolver um projeto, criar um plano de trabalho junto com sua equipe e assim serem bem-sucedidos e alavancarem junto com os seus nomes o nome do prefeito. Mas Ser secretário só de fachada é bom para os políticos, pois chegam o dia 10, 20 e 30 de cada mês e o coitado do tesoureiro só sabe assinar que recebeu o dinheiro e assina logo um monte de cheque em branco pro prefeito fazer o que ele quiser. Os vereadores que deveriam fiscalizar, legislar, mas a maioria deles nem sequer sabem o que é isso nem os da oposição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente dos atuais secretários se contam aqueles que tem capacidade de assumir as funções que ocupam. É muita irresponsabilidade distribuir cargos de tão grande significância a pessoas sem nenhum preparo. Tem alguns que não tem se quer o Ensino Fundamental completo. Isto é um fato lamentável. por isso a Nossa cidade não cresce. E agora é que vai se afundar ainda mais.

      Excluir
  17. Para você rir um pouco.
    ELEIÇÃO EM CIDADE PEQUENA (Jandhuí Dantas)1ª Parte

    Da bela Campina Grande
    não há quem não seja fã
    na cultura popular
    cidade da mais titã...
    eu nunca mais tinha ido
    fui lá sábado de manhã.

    Eu fui no Açude Velho
    e depois no Açude Novo
    fui no Sebo O Cata Livros
    passei no Parque do Povo
    do Maior São João do Mundo
    que do mundo tem aprovo.

    Depois passei pela rua
    da Livraria Pedroza
    que hoje não mais existe
    onde em época a mim saudosa
    comprei “Menino de Engenho”
    uma obra fabulosa.

    Passei na Loja do Treze
    que é freguês do Nacional
    na Livraria Cultura
    no Calçadão e ao final
    fui na Praça da Bandeira
    da cidade a mais central.

    Entrei na Banca do Orlando
    passei no Café Aurora
    até dei milho pros pombos
    fiquei lá fazendo hora
    pois um carro para Patos
    inda teria demora.


    Fui me sentar em um banco
    por trás da Banca do Orlando
    e entre pombos e crianças
    vi dois velhos conversando
    em um debate empolgado
    parei, fiquei escutando.

    Sentei-me ali no banquinho
    onde os velhos dialogavam
    e observei que eles
    zangados, gesticulavam
    me cheguei mais pra ouvir
    sobre o que eles falavam.

    Era sobre a eleição
    que conversavam os velhinhos
    metendo o pau nos políticos
    (um pau cheio de espinhos)
    concordando no debate
    que os políticos são mesquinhos.

    Dizia um: - Seu João
    no lugar em que resido
    os dois esquemas políticos
    um com o outro é parecido
    farinha do mesmo saco
    do ditado conhecido.

    - Da cidade em que eu moro
    o nome é Esquecimento
    é perto aqui de Campina
    dá pra ir 'té de jumento
    lá político passa bem
    e o povão no sofrimento.

    - No hospital de Esquecimento
    o doente é esquecido
    não tem médico, não tem leito
    nem tem mesmo um comprimido
    e morre à míngua se não
    pra Campina for trazido.


    - Os servidores botados
    por favor eleitoral
    brigam por seus candidatos
    no corredor do hospital
    esquecidos dos doentes
    que na fila passam mal.

    - Ontem mesmo faltou médico
    quase morre uma menina
    na nossa cidade é
    muito fraca a medicina
    mas os filhos do prefeito
    têm Unimed em Campina.

    O outro disse: - Seu Zé
    sou também da região
    moro perto de Campina
    o lugar é Sequidão
    e em matéria de política
    não difere do seu não.

    - Porque lá em Sequidão
    (prosseguiu Seu João assim)
    tem médico que não atende
    e quando atende é ruim
    parece até que tem parte
    com o sangue de Caim.

    - Meu amigo, em Sequidão
    educação só declina:
    os professores mal pagos
    prédio escolar em ruína
    mas filhos dos candidatos
    estudam tudo em Campina.

    - Crianças abandonadas
    (o Peti lá anda mal)
    com matrícula assegurada
    na escola de marginal
    ficam na rodoviária
    pedindo “Dê um real”.


    - O Secretário de Obras
    que do prefeito é irmão
    calçou ruas no papel
    não botou pedra no chão
    não fez casa para os pobres
    mas pra si fez uma mansão.

    - Secretária de Saúde
    uma tal Doutora Inácia
    com os remédios que chegam
    montou pra si uma farmácia
    quando alguém toca no assunto
    ela diz: “Isso é falácia”...

    - Lá o prefeito atual
    candidato à reeleição
    sequer tinha casa própria
    e em um ano de gestão
    na praia de Tambaú
    comprou uma bela mansão.

    - E dessas coisas que digo
    não peço segredo não
    todo mundo sabe disso
    porque lá em Sequidão
    o povo só é lembrado
    quando é época de eleição.

    - Passam anos e mais anos
    e de novo nada há
    as famílias são as mesmas
    que estão no poder por lá
    e no canto da perua
    é como o povão está.

    ResponderExcluir
  18. 2ª PARTE
    - O progresso dos políticos
    eu vejo e até me “comovo”:
    vereador se elege
    compra logo um carro novo
    depois de eleito só falta
    passar por cima do povo.


    - Lá em Sequidão havia
    nesse mandato passado
    um vereador que tinha
    um fusquinha enferrujado
    se vendeu para o prefeito
    comprou um carro importado.

    - Na gestão da prefeitura
    ilícitos bastantes têm
    mas o lado que tá debaixo
    não denuncia ninguém
    que é pra se ganhar fazer
    do mesmo jeito também.

    - Tem prefeito que se elege
    e abandona Sequidão
    as chaves da prefeitura
    dá pra amigo e irmão
    vai lá uma vez por ano
    mas nem é certeza não.

    O outro disse: - Seu João
    lá na nossa Esquecimento
    tem cheira-cu de político
    que é o bicho mais nojento
    o prefeito é nota zero
    e ele diz “É cem por cento”.

    - Tem muita gente que o nome
    na folha da Câmara tá
    comendo dos cofres públicos
    sem nunca pisar por lá
    só vai no final do mês
    que é para o ponto assinar.

    - Procissão do padroeiro
    (me falou Mané Crizanto)
    teve esse ano uma cena
    que causou no povo espanto:
    políticos trocaram tapa
    pra pegar no pau do santo.


    - E a música da campanha
    diz “Vote com o coração”
    que o candidato a prefeito
    pelo povo tem paixão...
    mas depois que se elege
    vai roubar sem compaixão.

    - Declara amor à pobreza
    diz ser louquinho por ela
    que não quer ver mais a fome
    sentada na mesa dela
    mas quando se elege comem
    só os da sua panela.

    - No comício, o locutor
    alteando bem a voz
    diz: “Meu povo, faça um V
    aqui pros nossos heróis”...
    Depois que eles se elegem
    vão dar o dedo pra nós.

    - Os discursos nos comícios
    são engraçados demais
    disse o prefeito outro dia:
    “Eu soube que meus rivais
    tão metendo o pau em mim
    mas só metem o pau por trás”.

    - E em seguida o seu vice
    lhe defendeu desse jeito:
    “O palanque é de pau duro
    e eu subo aqui com o prefeito
    e ninguém mete o pau nele
    porque isso eu não aceito”.

    - Numa palestra outro dia
    na rua de Zé de Novo
    um doidim que é candidato
    discursou pra todo o povo:
    “Vocês tão tudo comido
    e eu tô aqui só com um ovo”.


    - A população se envolve
    e enfeita a casa dela:
    aprega cartaz na porta
    põe bandeira na janela
    em uma casa, vermelha
    em outra casa, amarela.

    - Ontem na rodoviária
    baixou até camburão:
    duas quengas se estranharam
    foi dentada e pescoção
    só porque uma chamou
    o prefeito de ladrão.

    - Dois bebuns trocaram tapa
    no mercado, em Zé do Bar
    e a polícia também foi
    os ânimos lá acalmar
    quando souberam, os políticos
    fizeram foi graça achar.

    - Sexta, a turma do Vermelho
    em arrastão animada
    desfilava pelo centro
    mas teve quem da calçada
    (um eleitor do Amarelo)
    cobriu tudo na pedrada.

    - Os discursos baixo nível
    o povo não mais aguenta
    num comício, o ex-prefeito
    numa cana a mais nojenta
    chamou uma vereadora
    de cachorra rabugenta.

    - E quanto à primeira dama
    chamou de amancebada
    deixou a mulher mais baixa
    do que gilete deitada
    e o comício acabou
    foi no murro e na pedrada.

    - Quem é funcionário público
    sem concurso, colocado
    quando é tempo de campanha
    se vê bastante humilhado:
    tem que ir pros arrastões
    ou do emprego é arrastado.

    - Se o pobre do funcionário
    vota na oposição
    vai sofrer os quatro anos
    a maior perseguição
    mudado de um canto a outro
    roda mais do que pião.

    ResponderExcluir
  19. 3ª PARTE
    - Político vira-casaca
    lá em nós é o pau que tem
    como quem troca de roupa
    troca de lado também
    sem tá nem aí pro povo
    o que quer é se dar bem.

    - Semana passada mesmo
    nossa cidade assistiu
    o opositor mais ferrenho
    vereador Zé de Biu
    dizer na rádio de lá
    que pro prefeito aderiu.

    - E os dois adversários
    que estão em luta tamanha
    se acusando um ao outro
    para ver quem é que ganha
    já formaram chapa juntos
    em bem recente campanha.

    - O candidato que é vice
    na chapa da situação
    já comeu o pão que o diabo
    amassou na oposição
    o que foi que aconteceu
    pra mudar de posição?


    - Outro dia eu perguntei
    a um na cara de pau:
    pra você há pouco tempo
    o seu parceiro era mau
    mudou você ou foi ele?
    quem é o ruim afinal?

    - “Isso pertence ao passado
    (me respondeu o doutor)
    o que importa pra nós
    agora é paz e amor
    e no dia da eleição
    o voto do eleitor”...

    Olhei assim em redor
    começava a juntar gente
    pra ouvir os dois velhinhos
    naquele debate quente
    mas de eu voltar pra casa
    já era hora iminente.

    Nisso vi parando um carro
    João Loló na direção
    que me disse: “Vai pra Patos?”
    fiz-lhe um sinal com a mão
    deixei no debate os velhos
    cobertinhos de razão!

    SERÁ QUE TEM ALGUMA COISA PARECIDA COM A DOS POLÍTICOS DA NOSSA TERRA?

    ResponderExcluir
  20. é realmente daqui pra frente vai ficar dificil fazer politica em cidade pequena, pois nao se pode prometer muitos empregos nenem que o diga, pra comprar os votos fica os olhos da cara o major que o diga, e de uma certa forma obras e benfeitorias não tem significância nenhuma wanira que o diga, então quem se habilita, lembrando que daqui pra frente quem errar ou tiver uma assessoria incompetente vai pra cadeia, a temporada de políticos corruptos na cadeia já começou, boa sorte aos candidatos, prefiro se recolher a minha insignificância.

    ResponderExcluir